Você está aqui: Início » Cuidados » Roubos de cães: Um mal dos dias de hoje

Roubos de cães: Um mal dos dias de hoje

Compartilhe!
  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  
    13
    Shares

Roubos de cães estão entre os maiores medos dos donos de cães, e entre as histórias tristes de incontáveis pessoas por todo o país. Algumas pessoas acreditam que isso ocorra apenas por maldade, enquanto outras acreditam que sejam uma consequência do mercado aquecido de vendas de animais de estimação, com altos valores e muita procura.

roubos-de-caes

Apesar dos esforços dos donos em proteger seu animal, um cachorro não é necessariamente difícil de seu roubado, especialmente se for um animal pequeno. Como a maioria das raças vale entre algumas centenas e alguns milhares no mercado, os animais tornam-se bons alvos para ladrões.

Quais as raças mais roubadas?

O que mais demonstra a importância comercial dos animais para os roubos de cães é a raça dos bichos. Geralmente, são raças que possuem um valor razoável no mercado, e bastante procura pelo público.

Além disso, são animais que costumam ter tamanho bastante reduzido, tornando-os cargas valiosas e fáceis de carregar. Confira as raças mais roubadas:

  • Yorkshire Terrier;
  • Lulu da Pomerânia;
  • Maltês;
  • Boston Terrier;
  • Buldogue Francês;

Apesar das tendências dos roubos, é importante não baixar a guarda nunca: cães grandes, como labradores e golden retriever também costumam ser muito roubados, especialmente enquanto ainda são filhotes. Além disso, donos de cães menos pomposos, como os simpáticos vira-latas também devem preocupar-se. Há muitos casos de roubo para adoção própria de cães sem raça definida.

Roubos de cães: dicas para evitar

Utilize a guia ao passear

Se estiver passeando na rua com seu cão, sem esteja com ele preso pela coleira (seja peitoral ou de pescoço). Além de evitar possíveis acidentes entre seu cão e outras pessoas ou cachorros, os roubos de cães com coleiras presas ao dono são mais difíceis e muito menos ágeis, o que desencoraja o ladrão.

Não deixe seu cão sozinho na rua

Essa dica deveria ser óbvia, mas a quantidade de cães roubados “enquanto o dono estava na padaria”, e ele estava amarrado na entrada, é assustadora.

Planeje sua rota antes de sair de casa com o cão, para ter certeza de que não precisará deixar o seu animal de estimação sozinho. Outra opção é sair em dupla quando for necessário parar pelo caminho, para garantir que sempre haverá alguém cuidando do seu cachorro enquanto você não pode estar de olho nele.

Coleira identificada

Você pode pensar que uma coleira devidamente identificada pode uma grande bobagem, no caso de roubo, mas não é. Coloque seu nome, telefone e endereço na coleira do cão, e você aumentará muito suas chances de recuperar seu companheiro.

Em primeiro lugar, muitos cães fogem após serem roubados, e uma coleira pode ajudar alguém que encontrar o cachorro a entrar em contato com você e devolver o cão. Além disso, o ladrão pode achar mais fácil pedir um “resgate” pelo seu cão do que achar um comprador, e tentar entrar em contato.

Nesse caso, aja com cautela e auxílio de alguém preparado para a situação, para não colocar nenhuma vida em risco, mas não perder a chance de recuperar seu animal. O ideal para essas situações, é contar com a ajuda da polícia.


Compartilhe!
  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  
    13
    Shares

Acompanhe nossas dicas