Início » Raças de Cachorros » Poodle: Saiba tudo sobre a raça

Poodle: Saiba tudo sobre a raça

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Paixão de alguns, trauma de infância de tantos outros, o Poodle é um cachorro elegante, orgulhoso e extremamente inteligente, como poder ser observado em competições entre cães onde a raça rouba a cena em todas as provas relacionadas à inteligência.

Poodle-1

Sob os penteados mais criativos que os donos de Poodle insistem em fazer e de toda a imagem que a popularidade de raça ajudou a desenvolver ao longo dos anos, há um cão afetuoso e muito apropriado para fazer companhia familiar, com uma história rica e uma quantidade interminável de talentos e habilidades.

Características

Atualmente, muitas pessoas associam a imagem do Poodle à de um cão para ser exibido pelas ruas e receber um tratamento extravagante de seus donos. Quem leva em conta apenas os penteados pomposos, ignora boa parte da qualidade destes animais.

Estes pequenos, que não costumam ultrapassar os 30 centímetros de altura, foram desenvolvidos para  ajudar na caça, entrando na água para recuperar as aves aquáticas já mortas pelos caçadores e levando-as para eles.

Há três tamanhos de Poodle, que não apresentam muitas diferenças além do porte físico. Os menores são os chamados Toy, seguidos pelo Miniatura e pelo Poodle Padrão, que mantém os parâmetros dos animais originais desenvolvidos para a raça.

São cães extremamente inteligentes, que aprendem com muita facilidade e são apaixonados pelo contato humano. São ótimos para famílias de todos os tipos e se dão muito bem com crianças.

Personalidade

Em fichas de descrição da raça, há quatro traços de personalidade que sempre são indicados a respeito do Poodle: sua inteligência muito acima da média, seu nível de afeto com as pessoas, sua lealdade e o fato de ser um cão levado e espirituoso, meio atrapalhado em sua forma de agir.

Two cute red Toy Poodle puppies, 8 weeks old, sitting
Two cute red Toy Poodle puppies, 8 weeks old, sitting

É um cão brincalhão, que aceita jogos e diversão de qualquer tipo, e sente necessidade constante de agradar as pessoas e receber atenção. Isso o torna, junto à sua já conhecida inteligência, muito treinável. Como vantagem adicional, é um dos poucos cães de extrema inteligência que não costuma ser teimoso em seu aprendizado.

O Poodle é protetor em relação à sua família e costuma apresentar um pouco de timidez com estranhos. Assim que está acostumado a eles, no entanto, gosta de carinho e contato, e pode ser até mesmo um pouco incômodo para visitantes que não sejam fãs de cães.

História

Criados para entrar em ambientes aquáticos para buscar as aves mortas pelos caçadores, historiadores acreditam que o surgimento do Poodle venha da Alemanha, e seu nome seja uma adaptação da palavra Pudel – que, em alemão, significa algo como jogar-se na água, que é exatamente a atividade primordial deste animal.

Não há muita certeza sobre a origem genética do Poodle, pois ele popularizou-se rapidamente, e os registros foram perdidos com o tempo. Há teorias que indicam que a raça seja um cruzamento entre cães europeus acostumados à água. Outras, afirmam que são descendentes de pastores asiáticos. Há quem inclua, ainda, em sua linhagem, cães africanos.

Qualquer que seja a origem deste animal tão distinto, sabe-se que ele é bastante antigo. Há registros de sua existência em adornos e artefatos egípcios e romanos que datam de alguns séculos antes de Cristo, com imagens claras de Poodles realizando atividades diárias.

Os historiadores acreditam que as versões menores de Poodle foram desenvolvidas em torno do século XV, com a intenção de agradar a nova burguesia parisiense que estava começando a se formar na capital francesa, com condições de espaço diferenciado no ambiente urbano.

Cuidados e Saúde

É importante dar bastante atenção aos pelos de um Poodle. Além da escovação diária, para evitar nós, é importante fazer a tosa de maneira adequada ao ambiente onde o cão vive, de acordo com as mudanças climáticas.

Cães desta raça tendem a apresentar alguns problemas hereditários, geralmente relacionados a questões hormonais. Por isso, é importante que o Poodle tenha o acompanhamento veterinário constante, capaz de observar qualquer mudança suspeita e indicar a maneira correta de tratar com os problemas que eventualmente apareçam.

Também é mais ou menos comum que o Poodle apresente quadros de epilepsia, que podem ser absolutamente passageiros, ou acompanhem o animal pelo resto de sua vida. Neste caso, é importante que o cão não fique sozinho por longos períodos, a menos que a condição esteja devidamente controlada por medicação, e o quadro esteja estável.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas