Início » Cuidados » Dog Walker: entenda como funciona a atividade

Dog Walker: entenda como funciona a atividade

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Em muitos países da Europa, e também nos Estados Unidos, é comum pessoas trabalharem levando cães para passear, muitas vezes apenas como forma de complementar a renda. No Brasil, embora não seja uma profissão muito comum, já existem muitas pessoas que trabalham como dog walkers, ou seja, passeadores de cães.

Um dog walker é uma pessoa que atua como acompanhante de cães, levando os animais para passear em ruas, praças e parques. Enquanto no Brasil essa profissão ainda está no início, em outros países já faz parte do dia a dia de muitas famílias com cães e já está regulamentada em lei.

Benefícios do Dog Walker

dog-walker

Para o animal, os benefícios do dog walker são diversos, principalmente quando o dono não possui muito tempo disponível para passear e dar atenção ao cão. Os passeios são uma boa forma de exercitar o cachorro, criando uma rotina de exercícios e de horário para fazer as necessidades fora de casa.

Além disso, é ótimo para os cães que vivem em espaços pequenos, como apartamentos, evitando o estresse e o desenvolvimento de doenças físicas e psicológicas. Muitos cães também têm a oportunidade de socializar com outros animais e com a natureza, deixando o cachorro menos solitário e com menos chances de desenvolver depressão ao longo da vida.

Para os donos, além de todos os benefícios para o animal, o dog walker é essencial quando não há muito tempo para cuidar do cão durante a semana ou quando não há praças e parques perto de sua casa e é necessário levar o cão para outras regiões da cidade.

Leia também: Pet Sitter: o que é e o que faz este profissional?

Quem pode ser Dog Walker

Qualquer pessoa pode ser um dog walker, sendo essencial buscar treinamentos e cursos para oferecer o melhor serviço ao animal. Hoje, com o crescimento do mercado de pet shops no país, existem diversos pet shops e clínicas veterinárias que oferecem cursos, com duração entre 3 (três) a 5 (cinco) meses.

É muito importante que o dog walker tenha conhecimento amplo sobre as características e necessidades de cada raça, estando sempre buscando mais informações e aprimoramento. Além disso, é necessário ter muita paciência com os animais e saber lidar com situações de emergência. Ficar atento às instruções e dicas dadas pelo dono do animal é o diferencial para ser um bom dog walker.

dog-walker-mulher

Como escolher um Dog Walker

Na hora de contratar um dog walker, deve-se buscar referências sobre o profissional e fontes seguras sobre o trabalho que será oferecido. Muitos veterinários e pet shops podem indicar profissionais e dar referências sobre a qualidade do serviço. Também pode ser interessante buscar dicas com pessoas que já contrataram dog walkers.

O valor a ser pago ao dog walker dependerá de vários fatores, como o tempo de duração de cada passeio, a quantidade de passeios na semana, o trajeto a ser realizado, a distância até os parques e praças, entre outros. Tudo isso deverá ser discutido e negociado com o dog walker no momento da contratação. Muitos deles oferecem descontos e pacotes mensais mais baratos.

Além de passear com os cães, muitos acompanhantes também realizam atividades extras, como técnicas para adestrar o cão e ensinar atividades básicas, como sentar, deitar, entre outras. Alguns também oferecem serviços exclusivos ao cão, enquanto outros levam vários cães para passear em conjunto.

Assim, a escolha de um bom dog walker dependerá do tipo de serviço desejado pelo dono, sendo que muitos donos pedem para passear junto ao dog walker nos primeiros passeios, buscando analisar a qualidade do profissional. É importante, então, observar, após os passeios, se o cão está feliz e animado com a atividade realizada.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas dicas