Você está aqui: Início » Cuidados » Cinto de segurança para cachorro: cuidados e como usar

Cinto de segurança para cachorro: cuidados e como usar

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Se o seu pet está sempre viajando com você pensar em adquirir um cinto de segurança para cachorro tende a ser uma ótima opção, pode acreditar. Isso vai trazer mais tranquilidade e mais calma para você como tutor, e vai acabar protegendo o seu cão contra uma série de riscos.

Ainda assim, muita gente torce o nariz para esse tipo de advento, não vendo mesmo necessidade de utilizá-lo no dia a dia. Talvez esse seja o seu caso, e se sim nós te garantimos que você não é o único a pensar desse jeito.

Veja também – Caixa de transporte para cachorro: saiba como escolher a ideal

É necessário dizer, no entanto, que essa forma de enxergar as coisas é um tanto quanto equivocada, e o cinto de segurança para cachorro pode ser um diferencial na qualidade de vida do seu animal. Saiba mais sobre esse tema a seguir.

Saiba mais sobre o cinto de segurança para cachorro

Você sabia que o cinto de segurança para cachorro é obrigatório? Se não, tudo bem, porque a maioria dos tutores não tem acesso a essa informação, e isso pode representar um risco para o seu animal na hora de você desloca-lo no seu carro, por exemplo.

É bem comum, inclusive, que isso aconteça sem que você esteja necessariamente viajando! Às vezes o tutor só está levando o seu pet para passear mesmo, e até para esses deslocamentos menores é mais do que fundamental contar com esse advento, porque ele pode salvar a vida do seu bicho!

Tem muito dono, no entanto, que não faz o seu dever de casa mesmo sabendo que tem que, justificando sempre o não uso do cinto de segurança a partir do desconforto que o animal supostamente sente usando a ferramenta. Há quem diga, por exemplo, que o cão odeia se sentir preso, e que com a utilização do equipamento ele acaba ficando mais agitado e nervoso.

Veja também – Guia completo de como viajar com seu cachorro

O pior é quem fala que mesmo sem o cinto de segurança para cachorro o pet está super seguro no banco de trás, e que não há motivo para se preocupar ou incomodar com isso. Essas pessoas não poderiam estar mais enganadas, infelizmente, e esse engano pode custar a integridade física e até a vida do seu animal!

É necessário dizer que a necessidade de usar o cinto de segurança no seu cão não deve ser vista como um questionamento a sua capacidade de dirigir um carro, muito pelo contrário. Por melhor que você dirija é mais do que sabido que está dirigindo com outras pessoas, que podem cometer erros e acabar gerando fatores externos.

Esses fatores externos podem de algum modo ferir o seu cão e até mata-lo. É o que acontece, por exemplo, quando você tem que dar uma freada brusca ou precisa fazer algum tipo de manobra de emergência e o seu pet não está com o cinto. É claro que você não quer que isso ocorra e pode se esforçar ao máximo para garantir que não vai, mas nunca será de fato capaz de impedir!

Cinto de segurança para cachorros

Outro ponto a se considerar sobre o cinto de segurança para cachorro é que quando o cão está solto é muito mais fácil que você acabe se distraindo com ele, e a consequência disso é que a sua direção se torna muito menos focada do que deveria ser, abrindo o precedente ideal para que acidentes ocorram.

É por essas razões e muitas mais que no Código de Trânsito Brasileiro há uma regulamentação que padroniza o transporte de animais em veículos. O cinto de segurança é uma opção, mas existem outras, e se você for pego desobedecendo regras pode ter que acabar pagando uma multa!

Descubra como é o cinto de segurança para cachorro

Agora já falamos sobre a importância do cinto de segurança para cachorro, mas você sabe como ele é e funciona? Nós vamos explicar: trata-se de uma coleira do tipo peitoral, que conta com um dispositivo que pode ser prendido no encaixe do cinto de segurança!

Desse modo é perfeitamente possível garantir que o seu cão fique preso no banco, mas ele ainda vai ser capaz de se movimentar o bastante para deitar e sentar no seu espaço, de modo a não perder o conforto, tão importante para o animal e para os seus tutores.

Veja também – Dicas para levar seu cachorro na praia

Com esse advento o seu animal não vai correr o risco de bater contra as partes do veículo em alguma eventualidade, não vai se chocar contra alguém em meio a um acidente e claro, não vai ser arremessado para fora da janela se algo ruim acontecer. Ele estará mais resguardado e, portanto, seguro!

Agora, talvez você esteja pensando porque as pessoas optam pelo cinto de segurança para cachorro, e os motivos são vários. A seguir vamos elenca-los para você conferir:

  • Ele está mais habituado a esse tipo de dispositivo – O cinto de segurança para cachorros é desenvolvido a partir de um equipamento muito usado para o cão passear, que é justamente a coleira peitoral. Isso traz a ele mais conforto, segurança e tranquilidade, fundamentais para que essa ideia funcione do jeito que tem que ser;
  • Ele se sente mais confortável com essa opção – O cinto de segurança permite que o seu cão te veja, saiba o que está acontecendo ao longo do trajeto, sente e deite confortavelmente, e isso vai fazer com que ele se sinta muito melhor do que se sentiria se estivesse preso a um transporte, por exemplo;
  • Ele se sente bem mais tranquilo com o uso dessa alternativa – Com essa opção o seu cão vai poder ver tudo que está acontecendo, terá a oportunidade de interagir contigo e com os demais passageiros e terá um senso de pertencimento muito mais forte do que se estivesse apenas preso dentro de um transporte. É uma possibilidade excelente com certeza;

Como você pode ver o cinto de segurança para cachorro pode tornar a viagem do seu cão mais segura, sem tirar dele a chance de se sentir confortável e de socializar. Para encontrar o seu não deixe de ir a pet shop mais próxima!


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas