Início » Doenças » Cachorro Resfriado: O que fazer?

Cachorro Resfriado: O que fazer?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Cachorro resfriado ou gripado? É possível? Embora pareça estranho à primeira vista, é sim. Os cachorros, assim como os seres humanos, também podem ser infectados por um vírus que os deixam resfriados, o vírus influenza.

Um cachorro resfriado pode permanecer, na maioria das vezes, com os sintomas entre 3 e 5 dias. Esse vírus é considerado de baixa gravidade, mas pode resultar em um quadro mais intenso, principalmente em cachorros com menos de 06 meses, idosos e cães já debilitados por outras doenças.

CACHORRO-RESFRIADO

Sintomas

Os sintomas em um cachorro resfriado ou gripado são claros e normalmente aparecem como um conjunto de problemas respiratórios: latido rouco, dificuldade para respirar, nariz molhado constantemente, espirros, tosse e engasgos. Além disso, é comum que um cachorro resfriado opte por permanecer quieto e deitado, sem brincadeiras e muitos movimentos.

Em casos mais graves, alguns cachorros também podem desenvolver quadros de sinusite e pneumonia, colocando para fora secreções por meio de vômitos. Nessas situações, o cãozinho deve ser levado o mais rápido possível para um veterinário.

Causas

Diferentemente dos sintomas, as causas de um resfriado não são tão claras e fáceis de identificar. Ficar exposto ao frio ou chuva intensos são as principais causas, especialmente nos casos dos animais que vivem em ambientes externos, com pouco ou sem nenhum abrigo.

Outra causa comum é a baixa imunidade causada por outras doenças, deixando o cão mais propenso a adquirir um resfriado. Por ser altamente contagioso, o vírus influenza transmite-se de forma fácil entre os animais, fazendo com que o contato com outros animais já resfriados também esteja incluindo entre as possíveis causas.

Tratamento

Tratar um cachorro resfriado depende basicamente de uma ida ao veterinário e atenção redobrada para o progresso ou não da saúde do animal. Apenas um veterinário é capaz de diagnosticar corretamente se é um resfriado ou não, e como o tratamento deve ser realizado.

Assim, na maioria dos casos, é indicado repouso, evitando passeios intensos e exposição ao frio ou chuva. A alimentação deve ser mantida de acordo com o que o cão está acostumado, buscando reforçar a hidratação. Se necessário, o veterinário indicará medicamentos para aliviar os sintomas e evitar que a imunidade do cachorro piore.

Prevenção

A prevenção é essencial para evitar que seu cão fique resfriado, principalmente nos casos em que o cachorro fica resfriado facilmente – devido a raça frágil, idade ou outras doenças – e quando os animais vivem expostos a mudanças bruscas de temperatura, como em fazendas, abrigos para animais e cachorros que realizam vigilância. É recomendado:

– Manter o animal com todas as vacinas necessárias em dia, auxiliando a não reduzir a imunidade do cachorro.

– Manter o cão longe de outros cachorros resfriados, evitando ao máximo o contato direto com eles, como brincadeiras.

– Evitar dar banhos com água gelada, em dias frios ou locais frios, principalmente durante o inverno e outono.

– Em cachorros com grande quantidade de pelos ou pelos compridos, evitar dar banho sem secar o pelo posteriormente.

– Não tosar o pelo no inverno e outono ou tosar de forma reduzida.

– Colocar roupas nos animais e cobri-los para dormir.

– Construir abrigos ou casas para protegê-los, sobretudo no caso de animais que vivem em ambientes externos.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas dicas