Início » Sem categoria » Border Collie: Saiba tudo sobre a raça

Border Collie: Saiba tudo sobre a raça

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Considerada uma das raças caninas mais antigas do mundo, o Border Collie também possui muitas outras características que fazem dele um dos cães mais queridos pelos seres humanos. Segundo Stanley Coren, em seu livro de classificação canina “A Inteligência dos Cães”, a raça Border Collie ocupa a primeira posição com relação a bom desempenho em obediência e inteligência de trabalho.

Border Collie

Originária da Grã-Bretanha, a raça pertence à família de cães de pecuária e sua função primária estava relacionada a pastorear ovelhas, atividade para a qual muitos donos de rebanhos ainda empregam a presença de cães Border Collie atualmente.

Origens da raça

Acredita-se que o Border Collie tenha surgido há muitos séculos atrás, na região da Grã-Bretanha, por volta do século V, uma vez que cães desta espécie acompanhavam peregrinos e tribos celtas em suas viagens pelo território europeu.

Entretanto, apenas no século X foram registradas indicações consistentes da existência dessa raça em território bretão, quando os Border Collie passaram a rivalizar os lobos da região e a serem utilizados como cães pastores, auxiliando o transporte e reunião das ovelhas.

O primeiro cão Border Collie pastor de que se tem nota é o macho Hemp, que ganhou uma competição em 1873, cujo objetivo era definir a melhor raça de cachorro para trabalhar em conjunto com os pastores de animais da região. Atribui-se a Hemp a primeira grande propagação das habilidades pastoreias da raça e também a hereditariedade de muitos outros cães Border Collie que surgiram depois do seu feito.

A nomenclatura oficial de Border Collie só passou a ser utilizada para designar essa raça alguns anos depois, mais precisamente em 1915. Até então, eram reconhecidos como Sheepdogs ou, em tradução literal, cães pastores. O nome Border Collie faz referência à localidade de origem dos cães, uma área entre fronteiras de dois países (“Border”) da Grã-Bretanha.

Border Collie: aspecto e temperamento

Por ocupar o primeiro lugar na lista de cães mais inteligentes do mundo, a raça Border Collie possui uma capacidade de aprendizagem muito aguçada, além de criar laços fortes com seu dono com facilidade, o que inspira lealdade por toda a vida do animal.

Cachorros Border Collie

Ainda assim, a socialização com estranhos não é um dos pontos fortes dos cachorros pertencentes a essa raça, uma vez que costumam se tornar reservados na presença de desconhecidos, demorando a demonstrar confiança. Mesmo que possua características de cão pastor, a guarda e defesa não são atividades que os Border Collies gostem de fazer com frequência.

A obediência é, sem dúvidas, uma das características mais fortes demonstradas pelos Border Collies. Por isso, cães que pertencem a essa raça sempre costumam realizar com prazer tarefas a mando de seu dono. Por terem um desenvolvimento rápido, é recomendado que o adestramento se inicie o mais cedo possível, de maneira a permitir que o cachorro se mantenha dócil, mesmo após atingir a fase adulta de sua vida.

Um Border Collie macho pode atingir de 50 a 58cm de altura, pesando de 13 a 20kg quando adulto. Uma fêmea é ligeiramente menor, podendo ter de 43 a 53cm, mas com o mesmo peso do macho. Os cães dessa raça podem apresentar várias colorações, com o branco predominante e dividindo espaço com o preto e o marrom.

A convivência com seres humanos é uma das mais tranquilas, não à toa os Border Collies são as grandes estrelas de filmes e comerciais caninos em todo o mundo. Cães dessa raça se adaptam bem a outros animais, independentemente de sua espécie. Porém, não é recomendado criar um Border Collie em um ambiente pequeno, em especial apartamentos. Para que os cães dessa raça tenham qualidade de vida, necessitam de espaço para se exercitar e correr.

Com relação à aparência, os Border Collies seguem um padrão harmonioso e proporcional. Suas patas são longas e sua estrutura muscular é forte e muito indicada para a prática de exercícios como corrida e circuitos de obstáculos. A cabeça é proporcional às orelhas, que estão sempre eretas e possuem um tamanho mediano. A cauda longa ajuda a manter o equilíbrio e a compor a silhueta do animal. O comprimento de sua pelagem é intermediário, necessitando de escovações semanais para retirar os pelos mortos.

Saúde, cuidados e exercícios para Border Collie

A expectativa de vida para um cão da raça Border Collie fica entre 12 e 14 anos, a depender de sua qualidade de vida e ambiente de convívio, que podem influenciar seus anos para mais ou para menos. Por ser uma das raças de cães mais antigas do mundo, o Border Collie é considerado um cão muito saudável e pouco suscetível a doenças hereditárias que costumam atingir cães de outras raças.

Ainda assim, casos de osteocondrite e anormalidades nas cartilagens costumam atingir Border Collies com bastante frequência, em especial os cães machos. Por isso, é recomendado adicionar exames frequentes na região dos quadris do cão à lista de procedimentos veterinários periódicos, como a vacinação e a vermifugação do cachorro.

Por ser uma raça de cachorro que tolera muito bem a dor, é preciso redobrar a atenção para possíveis fraturas ou desconfortos, aprendendo a identificar outros sinais de doenças e patologias em seu Border Collie que não a demonstração de incômodos.

Para manter a saúde do seu cão em dia, é preciso que ele se exercite ao menos uma hora todos os dias. A participação do dono é imprescindível nessas atividades, uma vez que ele pode usá-las para estreitar e solidificar seus laços de afetividade com o animal e desenvolver suas habilidades de adestramento.

Atividades que vão além do exercício físico e que desafiem e agucem a inteligência do seu Border Collie são as mais indicadas para praticar nos momentos de lazer. Circuitos de obstáculos, bolas e frisbees são excelentes alternativas de brincadeiras para o dia a dia do seu cão.

Em geral, os Border Collies consomem de 300 a 400g de ração por dia e o custo de manutenção para um cão dessa raça não foge do convencional, necessitando de visitas periódicas ao veterinário, vacinação, cuidados com os dentes e com o pelo, que precisa ser escovado com frequência.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas dicas