Você está aqui: Início » Doenças » Traqueobronquite infecciosa canina ou Tosse dos Canis

Traqueobronquite infecciosa canina ou Tosse dos Canis

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
    1
    Share

A Traqueobronquite infecciosa canina, ocorre com mais frequência no inverno, ela é uma das doenças mais comuns dos cães. Ela é muito parecida com a gripe humana, inclusive os seus sintomas. Continue lendo, e conheça tudo sobre esta doença.

A Traqueobronquite infecciosa canina também é considerada uma zoonose, desta forma, ela pode ser transmitida dos animais para as pessoas, é altamente contagiosa, e seus casos mais frequentes ocorrem nos locais e dias mais frios.

O termo tosse dos cães, é dado devido a esta fácil propagação. Em locais onde existe muita concentração de cachorros, como em abrigos, está doença é extremamente comum.

Sendo assim, é muito importante que o tratamento do primeiro cachorro que apresentar os sintomas, seja feito de forma rápida, evitando assim a sua propagação para os demais cachorros do local.

O que é a Traqueobronquite infecciosa canina?

Ela é uma síndrome respiratória considerada complexa. Ela pode ser causada por vírus ou por bactérias. Ela ocorre com mais intensidade em locais de clima frio, ou no inverno.

A sua transmissão acomete principalmente os cães.

Os principais sintomas são:

  • Tosse em vários graus;
  • Espirros;
  • Secreção nasal
  • Falta de apetite

Estes sintomas podem se agravar se além da Traqueobronquite infecciosa canina, o cachorro também apresentar uma infecção secundária. Podendo evoluir os sintomas para febre, dispneia e anorexia. Além de engasgos, ânsias e vômitos.

Já nos acasos considerados graves, os sintomas observados podem ser rinite, tonsilite, pneumonia, conjuntivite e a broncopneumonia. Todos estes sintomas apresentados podem piorar se o cachorro fizer atividades físicas.

Como é feito o diagnóstico da Traqueobronquite infecciosa canina?

O primeiro passo é, se os sintomas acima forem apresentados no seu cão, é muito importante leva-lo em um médico veterinário. Lá, ele irá fazer alguns exames, e avaliações físicas do cachorro, para poder chegar a um diagnóstico preciso.

Algumas informações também vão ajudar muito a chegar no diagnóstico correto, como, os últimos locais que o cão visitou, se ele passou por situações de estresse, como é o habitat do cão, se ele teve contato com animais infectados, e se todas as vacinas estão em dia.

Estas informações são muito importantes, pois elas possuem total relevância para que o diagnóstico do médico veterinário seja preciso.

Na maior parte dos casos, o que o veterinário busca, não é um diagnóstico mais correto, e sim qual é a gravidade da doença, e se existe algum tipo de infecção secundária. Por isso, é necessário ter hemogramas rotineiros e provas bioquímicas, para que a saúde do cão possa ser sempre monitorada.

Qual é o tratamento mais indicado para a Traqueobronquite infecciosa canina?

O tratamento mais indicado para a Traqueobronquite infecciosa canina, vai depender do grau da doença. Para os casos mais leves, dentro de 4 dias a 3 semanas, o próprio organismo do cachorro, consegue reverter a infeção e os seus sintomas, sem precisar passar por nenhum tipo de tratamento.

Porém os desconfortos que ela pode causar tanto para o cachorro, quanto para o seu dono, podem justificar o uso de alguns tipos de medicamento para minimiza-los.

Já para os cães que apresentarem um grau mais grave da Traqueobronquite infecciosa canina, passando de 2 semanas, eles devem passar por uma avaliação mais criteriosa, afim de identificar se também está presente algum tipo de infecção secundária, para que a partir disso, o tratamento mais indicado seja definido.

Normalmente, neste caso, é ideal que o tratamento seja composto por antibióticos, corticoides, antitússicos, dentre outros.

É muito importante que o tratamento indicado pelo médico veterinário seja feito da maneira correta, pois as complicações da Traqueobronquite infecciosa canina, podem levar o cão a óbito. Isso acontece em casos isolados, mas pode acontecer.

Isso pode ocorrer devido a presença de outros fatores bactericidas que se associam a agentes que causam a infecção. Eles são mais graves devido a uma lesão respiratória maior, além da presença de infecção secundária.

Como a Traqueobronquite infecciosa canina pode ser evitada?

A prevenção da Traqueobronquite infecciosa canina, pode ocorrer através da vacinação. A vacina mais indicada, é a CH (A2) PPi/LR, que protege o cachorro contra o vírus parainflueza e reduz os sintomas da infecção secundária.

Além disso, outros cuidados sevem ser tomados, como a limpeza adequada do local onde o cão vive, locais arejados, e com poucos animais, isso pode ajudar a diminuir as chances do cão contrair a Traqueobronquite infecciosa canina.

Quando houver qualquer tipo de suspeita da Traqueobronquite infecciosa canina, é recomendável que o cão seja isolado imediatamente, evitando assim a proliferação da doença para os demais animais. Além disso, o local deve ser desinfetado com hipoclorito de sódio).

Por que a Traqueobronquite infecciosa canina é mais frequente no inverno?

O frio é mais propicio para o transporte e proliferação tanto de vírus como de bactérias. O clima mais seco, dificulta que as partículas de secreção sejam dispersas, assim, elas ficam suspensas no ar por muito mais tempo.

Além disso, outro fator que ajuda o inverno ser mais propicio para a Traqueobronquite infecciosa canina, é o fato de a resistência imunológica dos animais ficar mais baixa diante das baixas temperaturas, assim como as suas vias aéreas ficam mais ressecadas quando há pouco humidade no ar, perdendo assim, a proteção natural que existe no seu nariz.

Esta doença pode acometer a todos os tipos e raças de cães, podendo estar mais fácil a contaminação aqueles que frequentam pet shops, canis, hotéis pet, e também os abrigos.

Por isso, é muito importante a que a vacinação do seu cão esteja sempre em dia, isso evita que ele tenha a Traqueobronquite infecciosa canina, assim como outros tipos de doenças infecciosas e bacterianas.

Vale ressaltar a importância também de ter um médico veterinário de sal confiança acompanhando sempre a saúde do seu cachorro, para que ao apresentar qualquer sinal de doença, o diagnostico possa ser dado de forma rápida e eficiente, evitando que o caso se agrave.

Como podemos ver, a Traqueobronquite infecciosa canina, é uma doença muito comum, que pode estar presente nos mais diversos ambientes, acometendo os cachorros.

 


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
    1
    Share

Acompanhe nossas dicas