Você está aqui: Início » Doenças » Tosse em cachorros – trata-se de uma doença ou um simples sintoma?

Tosse em cachorros – trata-se de uma doença ou um simples sintoma?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você sabia que a tosse em cachorros nem sempre pode significar que ele está de fato doente? Logicamente todo o dono de pets pode ficar preocupado com esse tipo de sintoma, mas o seu surgimento pode significar inúmeras coisas diferentes!

A tosse em cães pode ter inúmeros significados, que pode representar desde um quadro de doença até algo que esteja preso em seu esôfago – em qualquer um dos casos, é importante ficar atento!

Toda a vez que um dono percebe que seu cão está tossindo, automaticamente ele pode acreditar que se trata de algo até mesmo normal e inofensivo. O grande ponto é que a maioria das pessoas não sabe ao certo do que poderia se tratar.

A tosse em cachorros pode corresponder a um tipo de sintoma proveniente a uma série de doenças caninas, e uma boa parcela delas pode precisar de um tratamento rápido e o quanto antes.

Diante disso, é importante destacar que é sempre fundamental levar o cão ao veterinário assim que se perceba que o sintoma ocorre com uma certa frequência.

Isso porque a tosse pode representar que algo está até mesmo obstruindo suas vias aéreas, e provavelmente ele não está conseguindo encontrar meios de se livrar disso.

A tosse em cachorros diante disso, pode até mesmo ser um alerta de que ele possa estar machucando a sua traqueia ou até mesmo esôfago, e todo o cuidado é pouco nesses casos!

A famosa tosse em cachorros nem é sempre algo sem importância! É fundamental prestar atenção nesse sintoma!

Como dito anteriormente, a tosse em cães pode representar que algo está o incomodando, principalmente por conta de haver algo obstruindo suas vias áreas.

Pode até mesmo ser algo resolvido diante do fato dele beber água mais rapidamente (eliminando o que esteja preso em suas vias aéreas), mas nem sempre pode ser algo tão simples, podendo até mesmo ser alguma coisa que esteja lhe machucando.

Vale destacar que também não é necessário pensar que a tosse em cachorros seja algo muito pior ou que esteja relacionado a uma doença em específico.

O importante mesmo nesse tipo de cenário, é que se procure o quanto antes identificar como é a tosse em si – e se de fato se trata de uma tosse!

Há muitos tipos de sons como chiados ou engasgos que podem ser bem semelhantes à tosse, e é comum que muitos donos de pets possam interpretar o sintoma de maneira totalmente equivocada.

Se você perceber que se trata de uma tosse mais aguda e alta em cachorros, pode ser que isso venha a significar, por exemplo, uma doença nos brônquios ou nas traqueias – porém, isso é algo que somente o diagnóstico veterinário poderá confirmar.

Se o cão tende a puxar muito a coleira, por exemplo, ele tende a emitir esse tipo de som, e que como grande parte das pessoas sabe, ele acaba sendo facilmente identificado.

A tosse curta em cães pode também ser uma espécie de sinal de fluídos presente nos pulmões – um edema! Já a tosse úmida em cães pode até mesmo alertar para alguma infecção nos pulmões ou até mesmo uma insuficiência cardíaca congestiva.

Em qualquer um dos casos, é sempre importante que o dono se mantenha alerta, procurando identificar qual é o tipo de tosse e até mesmo quando ela de fato acontece.

Saber desses aspectos é fundamental para que se informe melhor o quadro ao veterinário, que poderá ter um melhor embasamento para dar um diagnóstico mais assertivo.

Conhecendo a famosa tosse de canis.

A tosse do cão ou tosse de canis consiste em uma doença de caráter infeccioso que é bastante parecida com a gripe humana.

Em geral, ela pode ser causada por uma bactéria denomina de Bordelha Bronchiseptica e ainda por dois tipos de vírus, sendo o Parainfluienza e o Adenovírus.

Esses agentes podem ter sua ação solo ou até mesmo agir de forma conjunta, podendo ser ainda mais evidentes em cães que tenham a saúde mais frágil como, por exemplo, em filhotes e cães que apresentem um quadro de anemia ou verminoses.

Um dos sintomas comuns à tosse em cães pode ser a ausência de apetite, secreção nos olhos, febre e outros sintomas bem comuns aos que já conhecemos na gripe humana.

O animal acometido pela doença pode apresentar uma tosse bem seca e em alguns casos podem até mesmo liberar uma espuma esbranquiçada enquanto estiver tossindo, seguida de vômito.

É importante salientar que esse tipo de tosse de cachorros quando causada por bactérias consiste em uma zoonose, e isso significa que há uma eminência de contágio cão-humano.

Mesmo se tratando de um quadro incomum, se o seu cão estiver apresentando algum sintoma de tosse de canis, é interessante agir rapidamente, o levando o quanto antes ao veterinário.

Essa ação rápida pode ser fundamental, uma vez que será uma forma de evitar não somente o contágio em humanos, como também para outros cães que eventualmente convivam juntos com ele.

Já com relação ao tratamento, é importante dizer que não é nada muito fora do convencional, sendo que será necessário considerar o uso de antibióticos, anti-inflamatórios e também um bom período de repouso.

Logicamente que boas doas doses de amor e carinho também farão muita diferença na hora de garantir que seu amigo de 4 paras de recupere mais rapidamente! – isso nunca é demais, não é mesmo?

O veterinário ainda poderá instruir o dono de forma a deixar o animal enfermo afastado de outros animais e ainda de manter todas as suas roupinhas e outros utensílios sempre bem higienizados. Isso também ajudará a evitar o processo de contágio.

A tosse em cachorros deve ser avaliada por um veterinário, principalmente se ela for atribuída à problemas cardíacos – nesse caso quando mais rápido for o tratamento, maiores serão as chances de uma melhor recuperação!

 


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas