Início » Raças de Cachorros » Saiba tudo sobre o Shar Pei

Saiba tudo sobre o Shar Pei

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Há muitas histórias sobre a origem desse lindo cão. Alguns estudos apontam que ele surgiu em aldeias chinesas, e que ele tenha parentesco com o Chow Chow, por causa da coloração azulada da língua de ambos; ou que o Shar Pei seja resultado do cruzamento de Mastins com determinadas espécies nórdicas. Alguns relatos afirmam também que essa raça foi criada originalmente para desempenhar a função de guarda nos palácios chineses.

Há muitos anos, o Shar-pei trabalhava auxiliando os camponeses chineses, cumprindo diversas tarefas, como cão de guarda, caçador de javali e cão de briga, participando também de atividades de caça, pastoreio e guarda de propriedade. Infelizmente depois foram utilizados como cães de combate.

Em 1947 foram proibidos na China, e correram perigo de extinção, mas graças aos seus criadores de outros países, a raça saiu do risco de extinção para a popularidade.

Temperamento

O Shar Pei é um cachorro com diversas qualidades. Uma delas sem dúvidas é o seu instinto protetor, sendo um cachorro muito fiel à sua família. É um cão inteligente, independente, limpo, sempre alerta e um tanto desconfiado com estranhos – o que o torna um cão de guarda por excelência.

Ele costuma ser reservado, não sendo muito amigável com pessoas que ele não conhece, por isso é importante que os donos busquem uma socialização entre o Shar Pei e outros animais e pessoas estranhas ao círculo familiar, desde filhotes.

Apesar do ar de indiferença, é um cão muito amigável e afetuoso com as pessoas da casa, sendo também muito silencioso – late pouco, somente quando necessário. É um cão muito autoconfiante e seguro de si, e costuma ser dominante em relação ao seu território. Tem suas vontades próprias e é um pouco teimoso, por isso seus donos podem encontrar certa dificuldade durante o adestramento.

Características físicas

Seu rosto enrugadinho e seus olhos “tristes” é o que mais chama atenção nesse lindo cão. Na verdade, suas rugas estão mais presentes enquanto eles são filhotes, os adultos costumam apresentar rugas apenas no rosto, nas costas e na base da cauda.

É um cão de médio porte, com pelagem curta e rígida, sem subpelo. Todas as cores sólidas são aceitas para a raça, exceto o branco. A língua do Shar Pei tem uma tonalidade azul-negra, assim como a do Chow Chow, outra raça chinesa.

Problemas de saúde comuns

Os problemas de pele são um tanto recorrentes nessa raça. Eles costumam ter muitas alergias, não podendo permanecer em ambientes úmidos ou utilizar produtos de higiene que não sejam recomendados pelo veterinário.

Outro problema comum é o entrópio – que ocorre quando as pálpebras viram sobre si mesmas empurrando os cílios para dentro dos olhos afetando o globo ocular. Alguns cães dessa raça também costumam ter febres de causa desconhecida. Sua expectativa de vida é de 8 a 10 anos.

Como cuidar

O Shar Pei necessita de atividades físicas e estímulos mentais todos os dias, sendo importante que os donos pratiquem passeios diários com esses fofos. Entretanto, os passeios não devem ser muito longos. O cuidado maior deve ser com sua pele, pois suas dobrinhas precisam de cuidados para que não apareçam irritações.

Após os banhos, é importante secá-lo muito bem para que a pele não fique úmida – já que isso facilita doenças de como a dermatite e o surgimento de fungos. Os banhos devem ser dados no máximo de 10 em 10 dias, e os ouvidos limpos uma vez por semana. Nos banhos, colocar sempre proteção nos ouvidos, que são muito sensíveis à umidade, tal qual a pele. Não o exponha ao calor excessivo e nunca se esqueça de vermifugar e vacinar o seu cão.

Preços

Um filhote dessa raça pode custar entre R$ 1.000 e R$ 1.600, dependendo da linhagem. Compre o seu cão em um local confiável e especialista na criação da raça.

Curiosidades

  •  A música “Meu Querido Xuxo”, lançada na década de 80 pela apresentadora e cantora Xuxa, foi feita para o seu cão da raça Shar Pei.
  • Em 1978, a raça entrou para o Guinness Book (Livro dos Recordes) como o cão mais raro do mundo.
  • O ronco, que é uma característica típica da raça, é causado pela passagem do ar pelo palato (céu da boca), que possui conformação mais alongada que a de outros cães.
  • Em 1994, Federação Cinológica Internacional (FCI) promoveu diversas alterações no padrão da raça, entre elas a redução das dobrinhas do cão adulto no tronco e no dorso.

Perguntas freqüentes

1 – O Shar Pei pode ser criado em apartamentos?

Sim, essa raça pode viver tranquilamente em apartamentos, mas deve-se passear com esses cães ao menos uma vez por dia.

2 – Essa raça convive bem com crianças?

O Shar Pei se relaciona bem com crianças, mas deve ser acostumado com elas desde cedo.

3 – É um cachorro agressivo?

Costuma ser muito tranqüilo, porém, deve ser socializado com desde cedo com outros animais e pessoas, pois o Shar Pei é muito individualista e defensor do seu território, podendo estranhar algumas pessoas e outros animais de vez em quando.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas dicas