Início » Cuidados » Meu cachorro está se lambendo compulsivamente, o que pode ser?

Meu cachorro está se lambendo compulsivamente, o que pode ser?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

É normal que os cães se lambem, contudo, se o dono percebe que esse comportamento está ocorrendo de forma excessiva pode ser o sinal de que a saúde do cachorro não está em ordem. Segundo a coordenadora técnica do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal (CRMV-DF), Simone Gonçalves, uma das principais características é a frequência do ato. “Quando a lambida é um compulsão, o cão vai executar repetidamente”, afirma Simone.

Segundo a veterinária. diversos fatores podem estar motivando o comportamento compulsivo, como a existência de uma ferida no local onde o animal costuma lamber, a existência de endoparasitas, que podem ser causados pela ingestão de alimentos contaminados, ou ainda problema psicológicos, como depressão, ou tédio.

É comum o caso em que uma pessoa com costume de interação com o animal durante grande parte do dia passe a ter uma rotina diferente, estando ausente por um tempo maior. Isso pode motivar o comportamento diferenciado por parte do animal causado por questões emocionais.

cachorro-se-lambendo

Como em todo caso em que há algo fora do normal com os cães, é necessário o diagnóstico de um profissional veterinário. Contudo, o proprietário do cachorro pode agir de forma preventiva ou ainda ajudar o diagnóstico com alguns cuidados. “O dono deve examinar, observar se não há alguma ferida ou objeto preso no cão, pois isto pode estar incomodando o animal”. explica a veterinária.

Em casos em que problemas psicológicos estejam causando a compulsão, é recomendado que o proprietário dê atenção ao cão de forma regular, estimule atividades físicas com o animal, e o leve para passear regularmente. Em casos específicos um médico pode receitar medicamentos que auxiliam o tratamento.

A mordida em determinado local de forma repetida, é um comportamento semelhante a lambida, e pode ocorrer de forma simultânea, tendo as mesmas motivações. Qualquer atividade compulsiva que o cão esteja exercendo deve ser de total atenção do dono.

Alguns veterinários podem recomendar o uso de colar protetor, conhecido como colar elizabetano, para evitar danos maiores causados principalmente por feridas na pele do animal.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas