Você está aqui: Início » Doenças » Lágrima ácida em cachorros

Lágrima ácida em cachorros

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

É possível que você já tenha ouvido falar da lágrima ácida em cachorros, mas não tenha uma ideia de como identificá-la ou de como seria possível resolver esse problema de fato.

Se for esse o caso saiba que você com certeza não é o único, porque quase todos os tutores se surpreendem quando se deparam com essa expressão, então você não conhecê-la não te faz um mal amigo para o seu pet!

Ainda assim, é interessante saber mais sobre a lágrima ácida em cachorros, para poder ajudar o seu cãozinho com relação a essa questão. Sendo assim, vem conferir as nossas informações e dicas relacionadas ao assunto!

Entenda o que é a lágrima ácida em cachorros

A lágrima ácida em cachorros é bastante comum, e pode ser caracterizada pela mancha mais escura, que fica logo abaixo dos olhos do animal. O “ácido” do nome pode te fazer acreditar que há alguma relação desse líquido com o Ph do animal, mas não é o caso! Trata-se apenas de uma denominação simplificada da condição, que é conhecida no meio veterinário como cromodacriorreia!

Se você acha que o nome é a única coisa complicada quando estamos falando de lágrima ácida está enganado! As causas para esse problema são muito variadas, e isso deixa a vida dos tutores ainda mais complexa no que tange o auxílio aos seus pets!

Ainda assim, é necessário compreender não só as causas da questão, mas também o que a define, então vamos lá: a chamada lágrima ácida em cachorro nada mais é do que o desenvolvimento de um escurecimento progressivo nos pelos que ficam abaixo dos olhos do animal. Esse escurecimento se dá porque há uma produção excessiva de lágrima!

É entendido que o canal lacrimal não tem a capacidade de absorver todas as lágrimas que caem, e com isso elas acabam acumulando nos pelos abaixo da região dos olhos!

A lágrima em questão tem como um dos elementos da sua composição a lactoferrina, que é da família do mineral ferro. É por isso que a lágrima ácida tem essa coloração escura. A mesma substância é encontrada na saliva dos animais, e muitas vezes quando se lambem eles acabam se manchando, principalmente se os seus pelos tem uma coloração mais clara!

É interessante explicar que se fosse só a coloração mais escura a maioria de nós não consideraria a lágrima ácida em cachorros um problema, mas ocorre que em contato com bactérias usuais da flora ela fica com um cheiro mais fétido, que pode ser muito incômodo. A aparência do seu cão também fica comprometida, assim como seu bem-estar, em certo grau, então é algo a se cuidar!

Conheça os motivos pelos quais a lágrima ácida em cachorros acaba se dando

São várias as razões que fazem com que a lágrima ácida em cachorros acabe sendo uma realidade. Entre os principais e mais destacados nós devemos elencar com certeza…

  • A obstrução do canal lacrimal, seja ela parcial ou total;
  • A alteração do trajeto do canal, com relação a sua anatomia;
  • A produção excessiva de lágrimas;
  • A quantidade excessiva de pelos nessa região;
  • As pálpebras em uma posição equivocada;
  • O tártaro nos dentes;

Existem raças que são mais predispostas a terem problemas desse tipo. É o caso daquelas que tem o focinho mais achatado, como os persas, os buldogues, os pugs, os shitzus, etc.

É bem comum que esses animais apresentem uma proeminência ocular, ou seja, tenham aqueles olhões meio esbugalhados, o que faz com que as pálpebras fiquem mal posicionadas e haja uma redução considerável no tamanho do ducto para as lágrimas.

Também não é incomum que a pálpebra acabe nascendo um pouco virada, mais para dentro do olho, e com isso os pelos começam a invadir e incomodar o globo ocular, que faz lágrimas serem produzidas excessivamente.

E acredite, quando falamos de tártaro nos dentes do cão não exageramos, de forma alguma. É necessário compreender que o canal lacrimal não fica apenas nos olhos, mas desce pelo nariz e chega em muitos casos até a boca. É por esse motivo que quando choramos o nosso nariz escorre, por exemplo. Trata-se de um acúmulo de lágrimas que descem pelas narinas, já que não são absorvidas pelo canal lacrimal!

Saiba o que fazer para resolver o problema

Se você olha o seu cão e ele apresenta uma área escura nos pelos que estão abaixo dos olhos a primeira atitude a se tomar é ir ao veterinário. É esse especialista que vai, entre outras ações, identificar a causa para esse escurecimento, para aí ter a chance de solucioná-lo!

É necessário dizer que em algumas das motivações para a lágrima ácida em cachorros existem formas cirúrgicas de resolver! Um exemplo é a obstrução do canal lacrimal, que pode ser resolvida com facilidade.

Talvez você esteja se perguntando sobre medicamentos, mas é melhor esquecer. De modo geral eles mais servem para maquiar sintomas do que para ofertar soluções funcionais! Exames são fundamentais para diagnosticar o problema, e em certos casos a cirurgia é a melhor opção de fato para resolver de uma vez por todas!

Agora, existem maneiras de diminuir essa área escura e os seus malefícios, mas elas pedem que você como tutor seja mais cuidadoso com seu pet. Seguem abaixo nossas orientações:

  • Você deve limpar bem a área e secar utilizando-se de gaze, de pano ou de um algodão que esteja seco;
  • Você pode massagear o canto dos olhos, para que não ocorra o entupimento, ajudando inclusive a melhorar a vazão das lágrimas;
  • Você deve manter o pelo da região sempre limpo, e de preferência muito bem aparado;
  • Você deve secar sempre bem a área dos focinhos, mas nada de passar secador, porque pode fazer mal a ele;

Por fim, muita gente se pergunta se a lágrima ácida em cachorros pode ser resolvida através da alimentação, mas hoje não existe nenhuma evidência científica apontando nessa direção! O ideal é que você e o veterinário conversem a partir do diagnóstico sobre que tipo de tratamento é ideal para seu cão! Boa sorte!


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas