Início » Raças de Cachorros » Guia de Raças – Dogo Argentino

Guia de Raças – Dogo Argentino

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

O argentino Antonio Nores Martinez queria um cão totalmente branco, que pudesse ser utilizado em áreas montanhosas e que fosse adequado para caçar pumas. Ele decidiu criar a raça cruzando Bulldogs, Boxers, Bull Terriers, Galgos Irlandeses e Mastiffs espanhóis – resultando, em 1928, no Dogo Argentino.

A agilidade e combatividade do Dogo fizeram com que ele fosse rapidamente adotado como o principal cachorro entre os caçadores de javalis e pumas na Argentina. Seu desempenho na caça era incrível, e começou a fazer sucesso não só na Argentina como em vários outros países, sendo posteriormente utilizado como cão policial e cão de guarda.

A raça foi proibida em alguns países, como a Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia e Islândia, por ter fama de “brava”. Nos Estados Unidos ele não é reconhecido oficialmente.

dogo-argentino-1

Personalidade

O Dogo Argentino, além de ser um belíssimo cão, é um ótimo cachorro para se ter em casa, em todos os sentidos. Ele é extremamente fiel aos donos, silencioso, com faro apurado, ágil, forte, esperto e corajoso.

É muito inteligente e fácil de adestrar, sendo um excelente cão de guarda. Apesar de ter cara de bravo, o Dogo é um cão dócil, muito brincalhão com crianças e carinhoso com sua família, é atencioso e adora estar por perto, brincando e recebendo carinho.

Costuma interagir bem com outros animais, se acostumado desde cedo, pois é um animal com instinto de luta e caça, que pode estranhar animais aos quais não está acostumado a conviver. Com as pessoas estranhas, os Dogos não são agressivos, porém não tendem a se aproximar demais, e estão sempre atentos a quem entra em seu território.

Características físicas

O Dogo Argentino é um cão de grande porte, completamente branco, muito forte, musculoso e resistente. Sua mandíbula foi projetada para capturar e segurar com firmeza, sendo, portanto, um excelente caçador. Seu tamanho varia entre 60 e 65 cm de altura, e seu peso pode variar entre 37 e 43 kg. É um cão branco, de pelo liso, curto e brilhante.

dogo-argentino-2

Problemas de saúde comuns

Como a maioria dos cães brancos, o Dogo está propenso à surdez, e devido ao seu tamanho pode ser afetado pela displasia coxofemural. Alguns filhotes podem nascer surdos. Sua pele e pelos brancos são sensíveis ao sol intenso, portanto não é recomendado passear com ele sob o sol muito forte.

É fundamental que o seu cachorro esteja com as vacinações e vermifugações em dia, e nunca deixe de levá-lo a consultas periódicas com o veterinário para saber como está a saúde do seu animal e detectar possíveis problemas precocemente. A expectativa de vida do Dogo Argentino varia entre 10 e 14 anos.

Como cuidar

O Dogo Argentino é um cachorro que necessita de muito espaço, e não é recomendado criá-lo em ambientes pequenos, como casas com pequenos espaços livres ou apartamentos. Ele precisa de exercícios físicos e mentais diariamente, para canalizar toda sua energia, portanto, passeios longos são fundamentais.

É importante adestrá-lo desde filhote, sem violência, e não isolá-lo do convívio com as pessoas da casa, pois ele pode estranhar os próprios donos caso fique isolado – ele precisa crescer próximo à família.

A tosa não é necessária, já que seus pelos são muito curtos. Banhos mensais no inverno e quinzenais no verão são suficientes para manter seu pelo e sua pele sempre saudáveis e macios.

Por ser muito clara, sua pele é sensível quando exposta ao sol muito forte, e tende a sofrer queimaduras solares. Existem filtros solares apropriados para cães, que devem ser utilizados quando o Dogo for exposto ao sol.

dogo-argentino-3

Preço

Um filhote de Dogo Argentino pode custar entre R$ 1.200,00 a R$ 3.500,00 dependendo da linhagem. Lembre-se de não comprar um filhote dessa raça com criadores suspeitos e desconfie de preços muito abaixo do normal.

Perguntas Frequentes

1 – Os cães dessa raça são agressivos?

O Dogo Argentino não costuma ser agressivo, mas ele faz o que for preciso para defender seu território e seus donos. Tudo depende também da criação, pois um cachorro criado com agressividade crescerá nervoso e irritado.

2 – O Dogo convive bem com crianças?

Convive muito bem com crianças, de preferência crianças maiores de 12 anos de idade. É muito importante ensinar as crianças a como tratar um cão, pois crianças muito pequenas tendem a ter brincadeiras brutas, como puxar a cauda dos cachorros e dar “beliscões”, e todo cachorro tem seu limite de tolerância.

4 – Ele convive bem com outros cães?

Como é um cão com instinto muito forte de luta e caça, não costuma se dar bem com outro macho no mesmo território, mas se acostumados desde cedo, podem conviver muito bem.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas dicas