Você está aqui: Início » Cuidados » Cuidados com cães no tempo seco: Saiba o que fazer
Cuidados com cães no tempo seco

Cuidados com cães no tempo seco: Saiba o que fazer

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Humanos sabem o que fazer em períodos de tempo seco, para não afetar sua saúde. Geralmente, o clima nem chega a influenciar drasticamente os cuidados diários para aqueles que não possuem problemas respiratórios. No entanto, nossa desatenção não pode se repetir nos cuidados com cães no tempo seco.

Os cuidados com cães no tempo seco não essenciais para a saúde do animal – inclusive para que ele tenha uma boa expectativa de vida. Algumas raças são mais sensíveis a mudanças climáticas, especialmente em função da morfologia de algumas delas, que torna alguns animais predispostos a problemas respiratórios.

Veja também – Insolação em cães: causas, prevenção e cuidados

Com a umidade relativa do ar baixa, os tecidos mucosos do sistema respiratório secam, gerando problemas leves nas vias respiratórias, que podem evoluir para doenças contagiosas. Os tecidos secos tornam o animal predisposto a desenvolver este tipo de problema, o que é um dos maiores motivos para reforçar os cuidados com cães no tempo seco.

Outro problema causado pelo tempo seco está na pele, que pode ficar seca e escamosa. Isso torna a pele irritadiça, e estimula o cão a coçar constantemente, formando possíveis feridas, com potencial de infeccionar, se não receberem a atenção adequada.

Embora estes problemas sejam graves, não são insolucionáveis. Confira quais são os cuidados com cães no tempo seco que você precisa ter para ajudar seu bicho de estimação a passar pelos períodos de seca tranquilamente:

Umidificadores de ambiente

Entre os cuidados com cães no tempo seco, há uma solução extremamente simples que pode ajudar muito os cães que vivem dentro de casa (e os humanos também). Distribua umidificadores pela sua casa, ou – caso não queira investir nos aparelhos – simplesmente posicione alguns potes ou vasos com água limpa (fora do alcance do cão).

Esse procedimento quase bobo ajuda a adicionar umidade à atmosfera, e pode poupar seu animal e sua família de uma série de riscos respiratórios.

Diminua a frequência dos banhos

Pode parecer um pouco contraditório, mas banhos em excesso em períodos secos apenas pioram os problemas de pele do seu cão. O banho retira óleos e gorduras que ajudam a proteger a pele do seu cão, e a tornam mais exposta a condições de ressecamento e irritação em períodos de baixa umidade no ar.

Escove com mais frequência

Escovar o pelo do seu cão diariamente contribuirá com a higienização sem expor a pele do animal. É provável que, em períodos de seca, se animal apresente mais pedaços de pele seca, caspa ou outros problemas que podem contribuir com a coceira.

Ao escovar com uma frequência razoável (o ideal é duas vezes ao dia), você não apenas aproxima-se ainda mais do seu bicho de estimação, como previne ele de estressar-se e – até mesmo – de gerar feridas através da coceira.

Considere uma alimentação especial para o período

Condições especiais de clima exigem cuidado especial na alimentação do cão. Talvez seja necessário considerar uma suplementação em períodos de seca. Na verdade, um dos cuidados com cães no tempo seco mais importantes é consultar o veterinário assim que os sintomas começarem a aparecer.

Veja também – Alimentação Natural para cachorros

É provável que o profissional recomende uma dieta especial para este período, e ela pode ser suficiente para solucionar o problema do seu animal. Tão importante quanto consultar um profissional, é você não decidir por conta qual será a suplementação do animal – isso pode gerar problemas muito mais graves do que os efeitos do tempo seco.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas