Início » Cuidados » Como separar briga de cachorro? Confira dicas

Como separar briga de cachorro? Confira dicas

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Muitos cães adoram brincar juntos e correr atrás uns dos outros, muitas vezes parecendo que estão brigando para quem observa de longe e não conhece o comportamento deles. Essa situação é bastante comum, principalmente no caso de cachorros que convivem juntos há bastante tempo. No entanto, em alguns casos, o que parece uma simples brincadeira pode evoluir para uma briga e ter graves consequências.

Confrontos entre cachorros podem causar ferimentos nos animais e em casos extremos levar à morte, podendo também envolver e machucar pessoas que estão ao redor e tentaram resolver a situação. Assim, é muito importante saber separar briga de cachorro e usar as técnicas indicadas para reduzir o risco de acidentes.

Entenda o que causa estes confrontos e o que fazer para evitar, ou acabar, estes acidentes, deixando você e seu cão fora de perigo na maior quantidade de vezes possível:

Causas

briga-de-cachorro

As causas que levam à uma briga de cachorro são diversas e dependem em grande parte da raça, temperamento e estilo de vida do cachorro. Assim, embora algumas raças sejam mais agressivas e tendam a entrar em confronto com outros cães mais facilmente, é essencial que o dono nunca estimule esse tipo de comportamento. O dono deve saber identificar os sinais de estresse e raiva do seu cão e evitar que ele tenha contato com outros cachorros nessas situações.

Brigas envolvendo dois machos ou duas fêmeas são mais comuns do que brigas entre um macho e uma fêmea. Isso ocorre muitas vezes devido à disputa pelo comando e domínio do espaço ou pela maior atenção das pessoas que estão presentes na situação.

Como evitar

Além de saber como separar uma briga de cachorro, também é necessário saber como evitar essas brigas e reduzir as graves consequências que podem surgir a partir de um conflito. Primeiro, não é indicado sair de casa com cães que tendem a ser agressivos sem guia ou coleira. Ou seja, é o dono quem precisa identificar se o cão pode vir a ser agressivo com outros animais ou não. Da mesma forma, não se deve deixar o cachorro se aproximar de outro cão desconhecido e que está sem guia. Mesmo que um dos cães esteja preso à uma coleira, isso pode não ser suficiente para impedir uma briga de cachorro.

Muitos veterinários indicam a castração de cães agressivos, pois, principalmente na fase conhecida como a adolescência dos cachorros, os hormônios do animal podem contribuir para esse tipo de comportamento. Assim, a castração seria uma maneira de diminuir a possibilidade de rivalidade e briga de cachorro.

Como separar

separar-briga-de-cachorro

Caso não seja possível evitar a briga de nenhuma maneira, o primeiro passo ao constatar uma briga entre dois ou mais cachorros é manter a calma e tranquilidade. Qualquer movimento brusco poderá estimular ainda mais a briga ou até envolver as pessoas que estão ao redor do confronto.

Por isso, é importante agir chamando a atenção dos cães, buscando distraí-los e mudar o foco da atenção deles. Nessa etapa, pode bater palmas, bater os pés no chão, derrubar algo no chão, entre outros movimentos que façam barulho alto, evitando utilizar a voz para isso. Também é indicado jogar água nos cães, o que certamente irá desviar a atenção deles.

Além disso, uma intensa briga de cachorro pode ser separada ao jogar algo em cima dos animais, como um casaco ou um cobertor. Em último caso, se nenhum dos passos anteriores solucionarem o conflito, deve-se puxar o rabo de um dos cães para cima e para trás ou usar uma perna para afastar um dos cães.

Todos esses passos devem ser feitos com extremo cuidado e atenção, evitando ao máximo causar ferimentos nos cães ou nas pessoas envolvidas na separação dos cães.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas