Início » Todos os posts » Cuidados » Como escolher a ração certa para o seu cachorro?

Como escolher a ração certa para o seu cachorro?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Assim como as pessoas, os cachorros são diferentes entre si. Por isso, escolher a ração certa para o seu cachorro pode não ser tão simples quanto você esperava. Não existe uma marca ou tipo de ração que seja a melhor de todas para todos os cachorros.

Até mesmo cachorros da mesma raça podem ter estilos de vida e saúde muito diferentes entre si, e esses fatores são o que acabam influenciando mais diretamente na alimentação correta de cada um dos peludos.

Então, a melhor pessoa para indicar a ração ideal para o seu cachorro é você mesmo! Aqui estão alguns fatores que você deve levar em consideração ao escolher a ração certa para o seu cachorro.

como-escolher-a-ração-certa

Doenças e condições médicas

Se o seu cachorro sofre de alguma doença ou condição médica, somente uma alteração na sua dieta, com a ração certa, já pode ajudar a deixar seu cachorro mais saudável.

A ração com os nutrientes adequados pode, até mesmo, ajudar a prevenir alguma doença hereditária que o seu cachorro corre riscos de desenvolver.

De acordo com a doença ou condição, pergunte ao seu veterinário quais nutrientes podem ser mais adequados para ajudar na prevenção ou tratamento do seu animal e, então, procure a ração, ou rações, que melhor se aplicam aos nutrientes necessários ao seu cãozinho.

Alergias e intolerâncias

Raças como Cocker Spaniel, Labrador e Dálmatas, têm maior tendência a sofrer de alergias a diferentes tipos de alimento.

É importante que você sempre preste atenção nos ingredientes da ração que você está dando ao seu cachorro. Caso você note que duas rações diferentes estão causando reações negativas no seu peludo, procure algum ingrediente que elas tenham em comum e passe a dar a ele uma ração que não contenha o ingrediente que está o prejudicando.

Desordens de metabolismo

Algumas raças têm maior chance de desenvolver desordens de metabolismo do que outras. O Cocker Spaniel, por exemplo, apresenta frequentemente algum distúrbio no fígado, enquanto o Husky Siberiano costuma desenvolver distúrbios nos níveis de zinco no seu organismo.

Ambos os casos podem ser ajudados por dietas ricas nos nutrientes adequados. No caso do Husky Siberiano, uma dieta rica em zinco, por exemplo. Seu veterinário pode informá-lo melhor sobre as raças e os distúrbios que elas tendem a desenvolver, assim como quais nutrientes são mais e quais são menos indicados.

Calorias

Cachorros mais ativos consumem mais energia, por isso devem ter uma alimentação maior e mais rica. Uma ração muito calórica para um cachorro que não costuma se exercitar muito, pode levá-lo a obesidade, por isso suas porções devem ser reduzidas, se esse for o caso.

Alguns cachorros podem se revoltar com a diminuição da porção da ração que recebem, procurando até mesmo comer lixo como reação. Nesses casos é indicada uma alimentação rica em proteínas, mas com pouca gordura, para garantir que o seu cachorro consiga ficar cheio sem ganhar peso.

Idade

A idade do seu cachorro pode influenciar diretamente em qual ração é certa para ele. Filhotes precisam de muita energia para crescer bem, por isso uma ração rica em proteína, com uma quantidade moderada de gordura é mais indicada para cachorros nessa idade.

Enquanto isso, cachorros mais velhos precisam de uma ração com um número bastante reduzido de calorias para manter o seu peso ideal, uma vez que eles se exercitam menos que os cachorros mais jovens.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas dicas