Início » Cuidados » Como cuidar de um cachorro idoso?

Como cuidar de um cachorro idoso?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Cuidar de um cachorro idoso não é uma tarefa fácil, pois estes animais precisam de uma série de cuidados diferenciados para ter qualidade de vida. Embora seja inevitável que o cão envelheça, os sinais da idade não costumam ser muito bem recebidos pelos donos, e nem sempre são percebidos a tempo.

Cada raça envelhece em seu próprio tempo – geralmente, quanto maior o cão, mais rapidamente ele envelhece. Enquanto grandes Mastiffs já são considerados idosos antes de seus oito anos, um Chihuahua apenas pode passar para o clube da terceira idade após uma década de vida.

Além disso, obviamente, fatores como a genética, a nutrição e o ambiente no qual o animal é criado influencia diretamente na velocidade na qual o cão chegará à velhice física.

O que se esperar ao cuidar de um cachorro idoso?

Provavelmente, seu cão se tornará mais lento e suas sessões de corrida e brincadeira começarão a se tornar mais curtas. Os passeios que costumavam ser repletos de energia começam a se tornar mais esbaforidos. Entrar no carro e subir escadas é uma tarefa cada vez mais difícil…

Quando estes sintomas aparecem, você está cuidando de um cão idoso.

Como cuidar de cachorro idoso

Sem os cuidados necessários, problemas dentários podem evoluir para casos graves. O cuidado com os dentes deve existir, aliás, desde quando o cão é um filhote, para evitar que o animal se torne um idoso banguela.

Além disso, problemas nos rins, no fígado e no coração também são comuns com a idade, e podem influenciar em uma preocupante perda de peso. Outros cães, ao contrário, sofrem do ganho excessivo de peso com a idade. Tornam-se menos ativos e engordam rapidamente.

Por isso, cuidar de um cachorro idoso exige percepção de seu dono, para que receba o tratamento necessário para manter-se feliz e o mais saudável possível.

Dicas para cuidar de um cachorro idoso

Marque visitas regulares ao veterinário

Seu cão precisa ser examinado ao menos uma vez ao ano, mesmo que pareça estar saudável, pois muitas doenças demoram até serem visíveis. É mais barato prevenir seu cão de ter doenças do que tratá-la depois!

Alimente seu cão com uma dieta de alta qualidade

Parte importante de cuidar de um cachorro idoso é dar a comida correta para ele. Idade, tamanho e estilo de vida são pontos fundamentais na hora de escolher a ração certa para seu cão.

Quanto mais velho o seu cão, mais ele depende da comida

Cães jovens podem compensar uma alimentação muito calórica com uma rotina mais intensa de exercícios – os idosos, não. O excesso de peso é porta de entrada para problemas como diabetes canina, doenças cardíacas, câncer e doenças de pele. Por isso é tão importante escolher a ração correta. Se você estiver em dúvida, conte com a ajuda do veterinário para isso.

Dê atenção à boca do seu cão

Escovar os dentes do seu cachorro pode parecer uma ideia boba, ou até mesmo impossível, dependendo da personalidade dele, mas este hábito pode ser fundamental para cuidar de um cachorro idoso de forma apropriada.

Se a tarefa for muito difícil, você pode utilizar brinquedos e agrados comestíveis com a função de limpar os dentes do cão, que já ajudam de maneira significativa em sua saúde bucal.

Exercite seu cão

Ao envelhecer, as juntas e músculos começam a se degenerar. Ao cuidar de um cachorro idoso fazendo exercícios, você o mantém em forma e desacelera este processo de perda de massa muscular.

É necessário, no entanto, que você saiba adaptar a rotina de exercícios à necessidade do cão. Não tente forçá-lo a correr demais, ou continuar uma longa caminhada quando ele está visivelmente cansado. Respeite os limites do animal e, se necessário, vá aumentando a rotina de exercícios gradualmente.

Forneça brinquedos o suficiente

É comum que o cão perca a vontade de utilizar seus antigos brinquedos. Isso não quer dizer que ele não queira mais brincar, apenas que mudou de gostos e necessidades. Ofereça opções e perceba quais são os tipos de entretenimento favoritos do cão em cada momento de sua vida.

Garanta que seu cão possui acomodações especiais

Com o tempo, é possível que não seja mais razoável que o cão precise subir e descer escadas para poder dormir. Parte de cuidar de um cachorro idoso, é perceber suas capacidades e necessidades.

O local de suas acomodações, o tipo de almofada o material no qual e dorme, e até mesmo a quantidade de obstáculos em seu caminho são um cuidado importante para garantir que ele sofra pouco.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas