Início » Adestramento » Como acostumar o cachorro com outros animais?

Como acostumar o cachorro com outros animais?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Muitos animais domésticos reagem com medo e desconfiança quando encontram pessoas estranhas e que não fazem parte do seu dia-a-dia. Embora essa situação seja bastante comum, também existem animais domésticos que se relacionam bem com seres humanos, mas são extremamente agressivos na presença de outros animais. Existem cães, por exemplo, que latem ou fogem quando encontram outros animais.

Buscando melhorar a qualidade de vida do cão e do dono, é essencial compreender as causas e as medidas necessárias para combater esse problema e acostumar o cachorro a convivência com outros bichos.

Causas

As causas para esse problema são diversas e é importante entender que não é uma doença ou um distúrbio do animal. Quando um cão age de forma estranha frente a outros cães e animais, ele está apenas agindo conforme seu extinto animal, tentando se proteger e proteger o seu dono. Comportamentos agressivos ou de desconfiança, como latidos e tentativas de mordidas, são normais e não devem ser encarados como algo que não tenha solução.

Algumas raças são mais propensas a reagirem dessa maneira, principalmente as que estão ligadas à atividades de caça e proteção familiar. Outros animais podem ter vivido traumas durante a vida e desenvolvido medos, muitas vezes sem o dono ter percebido. Há casos também em que a falta de contato do cão com outros bichos enquanto era filhote cause esse tipo de reação.

Em qualquer caso, cabe ao dono do cão identificar em que situações ele reage de forma estranha e como poderá acostumar o cachorro a outros animais.

cao-e-gato

Adestramento

Uma das maneiras mais fáceis e práticas de acostumar o cachorro a conviver em harmonia com outros bichos é contratar um adestrador, principalmente no caso de donos que não possuem muito tempo disponível para dedicar ao seu cão. O adestrador utilizará métodos conhecidos como técnicas de socialização para ensinar seu cão a perder o medo e se relacionar bem com qualquer animal desconhecido.

O número de aulas necessárias dependerá das necessidades e do tempo de aprendizagem do animal, podendo variar de 1 (um) mês a cerca de 4 (quatro) meses para acostumar o cachorro à essa nova forma de encarar o mundo. Além disso, hoje já existem algumas escolas de adestramento de cães e que também podem auxiliar nesse processo.

É importante que o dono acompanhe algumas aulas de adestramento ou converse com o adestrador para aprender as técnicas utilizadas e poder repetir no dia a dia do cão. Isso, sem dúvidas, irá colaborar para melhorar o aprendizado do cão e acelerar esse processo.

dogs-vs-cats

Fazendo em casa

A socialização do cachorro com animais estranhos e fora do seu convívio deve começar desde os primeiros meses de vida, pois filhotes possuem mais facilidade para aprender e entender como devem se relacionar com outros bichos e pessoas. Por isso, muitos veterinários recomendam que o filhote deve permanecer vivendo com seus pais e irmãos até os 2 (dois) meses de idade, no mínimo. Assim, ele aprenderá de forma natural a interagir sem medo e preocupação.

Mesmo assim, é possível adestrar cães adultos e acostumar o cachorro à qualquer situação nova. Primeiro, é essencial que o dono tenha paciência e calma, não esperando resultados imediatos. É muito importante aplicar as técnicas de adestramento aos poucos, sem forçar ou cansar o cachorro.

Uma das melhores formas de acostumar o cachorro à convivência com outros bichos é colocá-lo perto de outros animais e controlar a situação com a guia, deixando ele se aproximar de pouco em pouco e repreendê-lo caso reaja de forma agressiva ou com medo.

Quando o cão agir de forma tranquila e respeitando o espaço do outro animal, ele deverá ser recompensado com carinhos ou petiscos. É essencial, portanto, que esse processo ocorra de forma gradual e que os cães possam conviver cada vez mais, sendo indicado iniciar a convivência com cães de amigos do dono e que possam, assim, desenvolver laços futuros.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  • Muito bom, espero que de resultados pois eu ganhei uma Bull Terrier e ela se deu muito bem com meu Pit Bull, mas com as minhas galinhas, galo, gansos e patos ela ficou bem agressiva.

Acompanhe nossas dicas