Você está aqui: Início » Curiosidades » 10 Coisas que você precisa saber sobre os pugs

10 Coisas que você precisa saber sobre os pugs

Compartilhe!
  • 30
  •  
  •  
  •  
  •  
    30
    Shares

Quem vê esse pequeno cão de rosto enrugadinho e aparência engraçada, nem imagina a quantidade de qualidades que ele tem.

De origem chinesa, o pug é uma raça antiga, dono de uma personalidade tranquila e muito sentimental – um excelente cão de companhia que pode ser criado em lugares pequenos e ser um ótimo amigo para as crianças.

Ficou curioso de saber um pouco mais sobre esse pequeno? Veja a seguir 10 curiosidades sobre esse cão apaixonante.

1 – Pugs têm mania de “perseguir” o dono pela casa

Quem tem um pug, tem um companheiro de todas as horas. Isso por que os cães dessa raça têm mania de andar atrás do dono o tempo inteiro, sendo praticamente uma sombra! Eles têm um apego todo especial à sua família e são um tanto carentes, querendo sempre a companhia e os carinhos dos donos.

2 – Soltam muito pelo

Pugs soltam muito pelo, principalmente durante o outono e na primavera. Uma forma de amenizar o problema e não deixar o chão da casa cheio de pelos, é escovar a pelagem deles todos os dias, para que sejam removidos os pelos mortos.

É de suma importância cuidar muito bem da alimentação desses cães, com uma ração de qualidade e evitando dar comidas e petiscos caseiros.

3 – Pug é uma das raças de cachorros mais antigas do mundo

Pug é uma raça muito antiga, de origem chinesa. Foram encontrados cães similares na China nos anos de de 1700 a.C. A raça ganhou popularidade quando foi levada à Europa pelos holandeses e ingleses e adotada pela realeza européia, caindo nos gostos de Josefina, esposa de Napoleão Bonaparte.

Veja também – Fotos de cachorros da raça Pug

4 – Obediência não é o seu forte

Pugs não são muito obedientes e são um tanto teimosos. Eles têm suas vontades próprias e têm certa dificuldade em aprender comandos. Eles também são sentimentais e não gostam que briguem com eles (o pug fica extremamente magoado ao levar uma bronca, se tornando mais teimoso ainda).

É possível que os donos de cães dessa raça os ensinem o que eles podem e o que não podem fazer, mas é preciso ter paciência para isso, pois quando eles não querem fazer algo, simplesmente não fazem. Mas não se preocupe, pugs não são tão levados e na fase adulta é difícil aprontarem alguma coisa que cause grandes estragos.

5 – Tem tendência à obesidade

Pugs têm tendência à obesidade, por isso é importante não dar comida caseira ou ração em excesso para esses animais, pois a obesidade pode resultar em uma série de problemas de saúde mais graves ainda. Além disso, levar esses bichinhos para passeios (não muito longos) todos os dias é essencial para que eles não engordem demais.

6 – É um excelente companheiro para todas as idades

Pugs são ótimos companheiros, principalmente para crianças. Eles são tolerantes às brincadeiras delas e adoram fazer companhia também para bebês. Além disso, são brincalhões e adoram correr pela casa atrás de seus brinquedos, e até quando estão cansados gostam de fazer companhia, mesmo que fiquem apenas deitadinhos ao lado das pessoas.

7 – Pugs e os famosos

O escritor Jorge Amado tinha um pug de estimação chamado Fadul, que morreu em 2012 aos 16 anos, de causas naturais. O estilista e Deputado Federal Clodovil Hernandes era um verdadeiro apaixonado por pugs, e tinha nada menos que cinco cães dessa raça, que foram doados após o seu falecimento.

Veja também – Vídeos mostram por que pugs e bebês formam uma combinação perfeita

O humorista Rafinha Bastos é outro famoso que gosta de pugs, e tem um casal dessa raça – Walmor e Dercy; volta e meia posta fotos deles nas redes sociais. Um cachorro da raça pug ficou famoso ao participar do filme MIB – Homens de Preto, interpretando Frank – um cachorro carismático que até cantava.

8 – Carinho em dobro

Se você gosta de cachorros carinhosos e amorosos, o pug é a raça certa para você. Tendo um pug ao lado ninguém se sente sozinho!

9 – Não precisam de muitos exercícios físicos

Por causa de seu focinho achatado, pugs têm certas restrições a exercícios físicos muito pesados, pois cansam rápido. É lógico que não podemos deixar esses pequenos sem fazer exercícios, mas não podemos também levar pugs para corridas ou para percorrer longas distâncias.

10 – Que preguiça! Pugs são preguiçosos…

Quando filhotes, os cães dessa raça são bem ativos e brincalhões, mas na fase adulta eles adoram tirar muitos cochilos e deixam um pouco as brincadeiras de lado, sendo um tanto preguiçosos e quietinhos.


Compartilhe!
  • 30
  •  
  •  
  •  
  •  
    30
    Shares

Acompanhe nossas dicas