Início » Adestramento » Cães Farejadores: O que fazem?

Cães Farejadores: O que fazem?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Não é novidade que o olfato é o sentido mais aguçado e apurado dos cachorros, principalmente se comparado a animais de outras espécies – incluindo animais domésticos e selvagens – e aos seres humanos. Enquanto um ser humano possui cerca de 5 milhões de células relacionadas ao olfato, os cachorros possuem mais de 100 milhões, podendo atingir 200 milhões de acordo com a raça.

O fato é que todas as raças de cachorro possuem um olfato bastante sensível e atento. No entanto, algumas raças destacam-se pelo olfato extraordinário e podem inclusive serem treinadas para tornarem-se cães farejadores profissionais.

caes-farejadores-2

Campos de atuação

Os cães farejadores atuam principalmente em áreas vinculadas à investigação policial, colaborando na busca de drogas, armamentos ilícitos e explosivos em operações específicas. Além disso, eles atuam em aeroportos, rodoviárias, alfândegas, farejando pessoas e bagagens.

Cães farejadores também podem atuar em grandes eventos, auxiliando na segurança do local. É possível inclusive encontrar cães atuando junto ao corpo de bombeiros, no resgate a pessoas desaparecidas em desastres e desmoronamentos.

Algumas raças que se destacam pelo faro também se destacam no trabalho junto a pessoas com deficiência visual, facilitando o dia a dia desses indivíduos.

Características

Cães farejadores são conhecidos não apenas pelo olfato, mas também pelo instinto de curiosidade e coragem, características essenciais para o desenvolvimento das suas tarefas. Além de serem curiosos e interessados, esses cães precisam de altos níveis de obediência e inteligência para receberem o treinamento necessário.

Bom físico, resistência e energia são igualmente importantes para o bom desenvolvimento e crescimento de um cão farejador, principalmente devido ao trabalho intenso e ativo a que eles podem ser expostos. Por isso, a idade é um fator determinante na escolha de um cão para se tornar um cão farejador profissional.

Treinamento

O treinamento dos cães farejadores inicia desde os primeiros meses de vida, sendo que muitos deles são escolhidos mesmo antes de nascer, de acordo com a raça e genética dos pais. Inicialmente, o treinamento consiste em técnicas de adestramento, evoluindo em intensidade e quantidade conforme o crescimento do animal. Os métodos incluem em sua maioria brincadeiras e recompensas a cada atividade finalizada pelo cão.

A partir do primeiro ano de vida, novas técnicas passam a ser utilizadas, incluindo treinamentos específicos para a função que o cachorro irá desenvolver e exposição a simulações diversas. Após esses treinamentos, o cão já pode iniciar o seu trabalho junto a corporação.

A carreira de um cachorro farejador dura em média até os 8 ou 10 anos de idade do animal. Após, ele é aposentado de suas atividades e normalmente dotado por algum membro da corporação.

Raças

São diversas as raças que podem ser utilizadas como cão farejador, sendo que a escolha da raça varia conforme o local de trabalho e a disponibilidade das raças naquela região do país. Raças de porte grande e com um fuço maior são as mais escolhidas. Além disso, é comum a opção pelas fêmeas, principalmente por apresentarem um nível maior de concentração nas atividades.

As raças mais encontradas atuando como cão farejador são:

  • Pastor alemão
  • Pastor holandês
  • Pastor belga
  • Labrador retriever
  • Golden retriever
  • Rottweiler
  • Dachshund (popularmente conhecido como salsicha)
  • Beagle
  • Basset hound
  • Terrier escocês

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas