Você está aqui: Início » Cuidados » Cachorro espirrando: causas e como tratar
Cachorro espirrando

Cachorro espirrando: causas e como tratar

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em cães, um espirro ocorre quando a mucosa nasal – o revestimento interno macio do nariz – é agravada. Obtenha informações sobre um cachorro espirrando.

Um espirro ocasional é normal, mas se o seu cão continuar espirrando, é preciso ficar atento, porque algumas das causas de um cachorro espirrando são francamente desagradáveis.

Saiba mais sobre o assunto e entenda como manter sobre controle o seu cachorro espirrando, prezando por sua saúde.

O que saber sobre um cachorro espirrando?

As causas mais comuns de espirros em cães incluem o seguinte:

Alergias: Assim como os humanos, os cães podem desenvolver alergias ao longo dos anos.

No contexto de espirros, seu animal de estimação pode se tornar alérgico a inúmeros itens, incluindo pólen, esporos de fungos, ácaros, poeira, pelos, perfumes, fumaça de cigarro, produtos de limpeza e xampus.

Infecção: Há um grande número de agentes de doenças que podem desencadear espirros como um sintoma. Estes incluem tosse do canil, cinomose canina e gripe canina.

Corpo estranho: Pode haver algo na cavidade nasal do seu cão. Os gramados são exemplos que podem ser particularmente perigosos.

Parasitas dentro do seio nasal também podem desencadear espirros, embora isso não tenda a ser contínuo; geralmente, são episódios periódicos de espirros intensos.

Tumor Nasal: Um crescimento na cavidade nasal também pode tornar seu cão mais suscetível a ataques de espirros. Tais tumores podem ser benignos ou malignos.

Quando ficar preocupado com um cachorro espirrando

Espirrar é uma tentativa genérica do organismo de parar a irritação nasal e que geralmente funciona. No entanto, se o espirro do seu cão é contínuo, violento e acompanhado por uma descarga nasal, é hora de se preocupar.

Desde que você tenha alguma ideia sobre o que causa os espirros, você deve ser capaz de avaliar fatores contributivos. Por exemplo:

  • Se o espirro começasse repentinamente durante ou após uma caminhada em um parque, ele poderia ser por conta de um corpo estranho, embora também pudesse ser uma reação alérgica temporária.
  • Se seu animal de estimação foi adotado recentemente de um abrigo, ele pode ter pegado uma infecção lá;
  • Além disso, ele pode ser alérgico a algo em sua casa.
  • Se o seu animal de estimação tiver um histórico de vacinação irregular, a infecção pode ser a causa.
  • Se a frequência de espirros tiver aumentado gradualmente ao longo de semanas, pode haver um crescimento de tumor nasal, que é a causa raiz.

Sangue durante o espirro

Se houver sangue na secreção nasal do seu animal de estimação, você precisa levar com urgência o seu cão para um profissional. Se o seu veterinário regular não estiver disponível, aposte em uma clínica de emergência.

Espirro cachorro

Se o espirro do seu cão começou abruptamente e ele tem espirrado por mais de seis horas ou mais, mas não há sangue em sua descarga nasal, você também precisa marcar uma consulta imediata com o seu veterinário.

Idealmente, o seu cachorro espirrando deve ser examinado nas próximas 24 horas.

Início gradual

Quando a frequência dos espirros estiver gradualmente em aumento, seu cão precisará de ajuda profissional. Certamente, quanto mais cedo melhor.

Enquanto isso, mantenha-o em quarentena de outros cães, especialmente se achar que ele pode estar infectado com uma doença.

Tratamento típico – como tratar um cachorro espirrando?

O tratamento para espirros crônicos terá que ser dirigido por um veterinário. O tratamento será baseado no diagnóstico. Normalmente, você deve ter algumas respostas imediatamente após os exames.

Em alguns casos – por exemplo, alergias ou crescimentos tumorais – um diagnóstico definitivo pode demorar um pouco, mas será possível ter uma ideia bastante clara em questão de semanas.

Veja também – Cachorro vomitando espuma: o que significa isso?

O tratamento para alergias dependerá do agente envolvido; o protocolo perfeito pode exigir um período de tentativa e erro. A infecção é geralmente tratada com antibióticos;

Mesmo as infecções virais (que não respondem aos antibióticos) podem aumentar a suscetibilidade do seu animal a bactérias, portanto, não é incomum ter uma infecção mista que responda aos antibióticos.

O regime de tratamento de parasitas é relativamente simples, mas um corpo estranho pode ser complicado de tratar. Os crescimentos nasais precisarão ser analisados ​​para descobrir como lidar com eles.

Espirros reversos

Espirros reversos em cães são eventos em que o cão faz ruídos respiratórios estranhos por alguns segundos e em vários minutos de cada vez.

Pode ser uma coisa assustadora, porque é fácil para um proprietário confundir um cachorro espirrando assim com asfixia ou com a incapacidade de respirar.

Mas, felizmente, espirros reversos geralmente não são um evento perigoso para um cão.

O espirro reverso é um evento que soa como se o cão inalasse seu espirro. Ele está, de fato, rapidamente puxando o ar pelo nariz, ao invés de exalá-lo.

Ele estende o pescoço e seu peito se expande enquanto ele tenta alcançar uma respiração normal.

O espirro reverso em cães é causado por uma irritação na garganta ou palato mole (as estruturas carnudas na parte de trás da boca, estendendo-se até a garganta).

Em raças de face plana (braquicefálica), o palato mole pode ser longo o suficiente para se estender até as vias aéreas, resultando em um maior potencial maior para espirros reversos.

Irritações que podem causar espirros reversos incluem:

  • Comer ou beber água
  • Puxar a coleira
  • Alergias
  • Corpos estranhos
  • Perfumes, velas, incenso ou fumaça de cigarro
  • Bactérias ou vírus
  • Produtos químicos, como produtos de limpeza doméstica
  • Tumores na cavidade nasal

Tratamento de espirros reversos em cães

Na maioria das vezes, o espirro reverso não requer tratamento. Mas você pode ajudar a encurtar o episódio massageando a garganta do seu cão suavemente.

Você deve permanecer calmo, para que o seu cão não reaja ao seu pânico, tornando-se aborrecido.

Veja também – Cachorro afogado: primeiros socorros

Se você não tem certeza se o seu cão está espirrando ou tossindo, tendo problemas com uma traqueia ou está apenas dando espirros regulares, tente gravar um episódio de cachorro espirrando para mostrar a seu veterinário.

Ele pode querer testar alergias, pólipos ou outras condições que possam ser tratadas para melhorar o espirro reverso.

Conclusão

Se seu cão espirra continuamente, você deve se preocupar. Se você está em sintonia com o seu animal de estimação, será simples pensar em uma provável causa.

Obviamente, quanto mais rápido você entrar em contato com um profissional veterinário, melhor será o prognóstico de cachorro espirrando para o seu melhor amigo.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas