Você está aqui: Início » Doenças » Cachorro com pedra nos rins

Cachorro com pedra nos rins

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre cachorro com pedra nos rins, ele também apresenta doenças semelhante com a dos seres humanos, em que uma das principais é o cálculo renal canino, como as pedras nos rins e na bexiga.

O cálculo renal, o qual é chamado dentro da área da medicina, geralmente sempre ocorre em grande escala nos cachorros, sendo essa uma das principais causas das entradas deles em hospitais e clínicas veterinárias.

Dessa forma, para que você tenha um melhor entendimento, saiba que o cálculo renal se forma por pequenos cristais que se encontram em todo o trato urinário do cachorro, em que ao longo do tempo, se tornam uma massa bastante compacta e dura.

Entenda mais sobre pedra nos rins em cachorro

Se você possui pets em casa, é importante que tenha conhecimento sobre cachorro com pedra nos rins, onde é preciso ressaltar que os cálculos renais, conhecidos também como urolitíase, pode se encontrar em diversas partes do trato urinário, como ureteres, rim, bexiga e uretra.

Com isso, essa é uma doença caracterizada por conter pequenas pedras ou cristas, seja tanto no interior dos rins como ainda no ureter, na bexiga e também na uretra.

Normalmente, essas formações podem ser compostas por substâncias que costumam ser formadas se formam a partir dos alimentos, bem depois serem consumidos pelo cachorro. As substâncias mais comuns são:

  • Urato de amônia.
  • Oxalato de cálcio.
  • No entanto, pode-se encontrar ainda urólitos de fosfato cálcico e silicato.

Principais sinais de que o seu cachorro está com pedra nos rins

Quando o cachorro se encontra com pedra nos rins, ele não é capaz de apresentar sinais que sejam aparentes de que está sofrendo de tal problema. No entanto, quanto o problema se agrava, os sinais que se pode levar em consideração são:

  • Infecção de urina com frequência.
  • Presença de sangue na urina.
  • Frequência de urinar, além da urina sair em pouca quantidade todas as vezes.
  • Dor e dificuldades na hora de urinar.
  • Vômitos.
  • Inflamações na região abdominal.

O que você deve fazer ao descobrir que o seu cachorro está com pedra nos rins

Ao confirmar o diagnóstico de que o seu cachorro está com pedra nos rins, existe a possibilidade de tratar o problema de várias formas, porém, de acordo com o tipo e o tamanho dos cálculos renais.

Geralmente, os tratamentos podem ir desde medicamentos até intervenções cirúrgicas, podendo ser essas convencionais ou com a utilização de laser. Mas, de uma forma geral, esses tratamentos procuram destruir as formações dos cristais ou das pedras.

Além disso, de qualquer forma, é preciso que você tente evitar que o seu cachorro sofra, principalmente, uma obstrução no trato urinário, o que pode impedir que ele evacue ou urine.

Vale ressaltar ainda que é essencial que o cachorro procure receber uma alimentação que seja de qualidade e conforme com todos os problemas de saúde que ele estiver enfrentando.

Principais causas do surgimento de pedras nos rins em cachorros

Sobre as causas do cachorro com pedras nos rins, saiba que a comida que ele ingere é considerada como um fator determinante para a formação das pedras nos rins, sendo a partir dela que os minerais e dejetos são produzidos e que os rins do animal devem eliminar por meio da urina.

Com isso, você deve levar em consideração que pode propiciar a formação de cálculos renais as rações que são de péssima qualidade, algumas dietas que são ricas em proteínas, como carne ou vísceras, e os alimentos que tenham muito cálcio, magnésio, fósforo e vitamina C.

Além disso, caso o seu cachorro ainda não tome uma quantidade que seja suficiente de água todos os dias, isso estará favorecendo ainda mais para que as pedras nos rins sejam formadas.

Tratamento de pedras nos rins em cachorro

Quanto ao tratamento do cachorro com pedra nos rins, ele pode ser realizado por meio de cirurgia ou então com a ajuda de medicamentos, porém, tudo irá depender dos sintomas que o cachorro tem apresentado.

Normalmente, o animal pode ter alguma desidratação, onde é preciso com isso que ele fique estável para que se possa remover o cálculo renal, em que muitas vezes é preciso que ele seja sedado para poder colocar sonda, cateter, esvaziar a bexiga ou realizar outros tratamentos.

No entanto, antes disso, o médico veterinário irá realizar o exame de urina para o diagnóstico da infecção e o tipo de cálculo, em que o tipo mais comum em cachorros é o de oxalacetato de cálcio, podendo ser isolado ou associado com fosfato.

Caso esteja infeccionado, se usa um acidificante urinário e um antimicrobiano para acabar com a infecção, porém, se o cachorro apresentar certa predisposição a criar cálculos, podendo ser de origem genética ou por uma má alimentação, o tratamento deve ser feito com rações diferenciadas e especiais.

Mas, se o cachorro estiver à beira de uma falência renal, existem chances de que as pedras nos rins possam ser retiradas por cirurgia. Além disso, muitas pessoas não sabem, mas a prevenção de problemas de saúde de cachorros que causam pedra nos rins, podem também estar sob o decurso do tratamento, incluindo a terapia com antibióticos.

Com isso, ao seguir todas as precauções que o veterinário sugerir, evitando um tratamento nocivo ou indigestão do cachorro, além de manter o acompanhamento correto, são algumas atitudes que você pode ter com o seu cachorro.

Vale ressaltar ainda que para evitar que o seu cachorro tenha cálculos renais, é preciso que ingira água em uma boa quantidade para poder diluir a urina, pois saiba que a ração possui certa umidade, e a água é fundamental para a saúde do animal.

Portanto, diante de tantas informações sobre cachorro com pedra nos rins, você deve estar ciente agora de como o cálculo renal pode trazer muitos problemas para o seu cachorro, sendo importante que você deixe a disposição água e leve-o sempre ao veterinário para o acompanhamento de qualquer problema que vir a aparecer.

 

 


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas