Você está aqui: Início » Doenças » Cachorro com dor de dente

Cachorro com dor de dente

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os dentes do seu cão são uma parte vital de sua anatomia, e como um proprietário responsável e atencioso, é seu trabalho garantir que eles fiquem o mais saudáveis ​​possível. Saiba mais sobre um cachorro com dor de dente.

A escovação regular e as visitas ao veterinário podem ajudar a evitar a cárie dentária e a doença periodontal. Porém, é inevitável que seu companheiro canino ainda sofra algum grau de dor de dente em algum momento da vida.

Uma das partes mais difíceis da posse de animais é a comunicação. Seu cachorro não pode dizer verbalmente quando está feliz, triste, assustado ou com dor.

Ao invés disso, ele confia em você para captar pistas de seu comportamento e aparência física e colocá-las juntas para deduzir como ele está se sentindo. Entende mais sobre o cachorro com dor de dente!

Como identificar um cachorro com dor de dente?

Com o tempo e a prática, a maioria dos proprietários pode se tornar muito bem sintonizada com seu animal de estimação e pode lê-los com bastante facilidade.

– Infelizmente, os cães raramente apresentam sinais de dor dentária, mesmo quando estão em extremo desconforto.

  • Uma das razões para isso é que é instintivo para a maioria dos animais tentar esconder-se em relação à dor, pois isso significa vulnerabilidade e, na natureza, isso poderia torná-los um alvo para os predadores.

– Embora seu companheiro canino seja doméstico, essa é uma parte natural de seu caráter e difícil de superar.

Então, como você pode saber se o seu você está convivendo com um cachorro com dor de dente ou com algum outro problema dentário? Confira dicas para identificar essa situação!

Sinais físicos que um cachorro com dor de dente apresenta

Os indicadores físicos de um cachorro com dor de dente que tendem a ser os mais fáceis de detectar podem incluir:

– Baba excessiva;

– Mau hálito persistente;

– Sangue em sua saliva (você pode notar sangue em seus brinquedos);

– Tentativas evitar que você toque sua cabeça ou rosto;

– Fazer muito barulho enquanto come;

– Gengivas que parecem vermelhas e inchadas;

– Dentes que parecem frouxos.

A doença periodontal é um problema dentário extremamente comum que afeta a maioria dos cães até os três anos de idade.

Espirros frequentes e corrimento nasal são também frequentemente indicadores de doença periodontal avançada e de um cachorro com dor de dente.

Problemas para comer em um cachorro com dor de dente

Os dentes do seu animal de estimação são cruciais se ele for morder e mastigar sua comida.

– Portanto, provavelmente não é surpreendente que ele possa ter dificuldades em se alimentar se estiver sofrendo de problemas dentários.

  • Não apenas a dor de dente frequentemente causa perda de apetite; você também pode notar que ele muda a maneira como mastiga a comida ou que você a vê cair regularmente da boca enquanto ele tenta comer.

– Se você oferecer tanto comida úmida quanto seca, ele pode achar o alimento seco mais doloroso de comer e, assim, recusar-se a comê-lo e a comer qualquer outro alimento difícil de mastigar – mesmo que ele antes fosse amado.

Alterações no comportamento do seu cão que podem indicar que ele é um cachorro com dor de dente

Quando estamos com dor, nosso humor tende a mostrar isso. Seu companheiro de quatro patas não atua de forma diferente.

A maioria dos cães são muito consistentes com o seu comportamento e, portanto, se você perceber uma mudança súbita no temperamento dele, algo está definitivamente acontecendo e é aconselhável que seu animal de estimação seja examinado.

  • Com o tempo, você conhecerá melhor seu animal de estimação do que qualquer outra pessoa.

– Se você acha que seu cachorro pode estar sofrendo de dor de dente ou outro problema dentário, ou se você acha que ele está agindo fora do seu personagem e está preocupada com seu bem-estar, uma rápida visita ao veterinário será capaz de colocar sua mente em repouso.

– Se houver uma causa subjacente para seus sintomas ou comportamento, um bom veterinário será capaz de sugerir o tratamento mais adequado para que ele se sinta saudável e feliz mais uma vez.

Mais sinais de um cachorro com dor de dente

Alguns comportamentos são simples de identificar em um cachorro com dor de dente, enquanto outros podem ser um pouco mais difíceis de relacionar à causa. Observe se seu animal demonstra um ou mais desses sintomas:

  • Comportamento alterado;
  • Humor afetado;
  • Patas constantemente na boca;
  • Inicialmente com fome, mas recusando-se a comer;
  • Comer com cautela, ou usando apenas um lado da boca;

A causa de um cachorro com dor de dente é a exposição do interior do dente (a cavidade pulpar), onde há fibras nervosas que são extremamente sensíveis. Portanto, nem sempre será possível observar sintomas à olho nu.

Abscesso dentário

O abcesso dentário é uma situação comum em cães, especialmente nos seus grandes dentes molares superiores traseiros, que são usados ​​para mastigar alimentos duros. Esses são os chamados “dentes carnais”.

– Isso causa dor e também inchaço na bochecha que, se não tratada, rompe a pele abaixo do olho. O tratamento é simples: extração do dente afetado.

Um dente rachado ou danificado

Essa também é uma situação muito comum de acontecer com um cachorro com dor de dente. Afinal, os cães são propensos a mastigar pedras, ossos e muito mais, especialmente durante suas brincadeiras despretensiosas.

– Se eles mastigam com força qualquer coisa mais dura que os dentes deles, um dente pode rachar ou quebrar. Isso expõe a cavidade pulpar e causa a dor de dente e pode levar a infecções dentárias e abscessos.

– Os sinais nesse caso são geralmente óbvios, mas um veterinário confirmará o diagnóstico com um exame oral. A extração do dente afetado é a resposta.

Sabendo tudo sobre um cachorro com dor de dente, fique atento a seu animal de estimação e garanta que ele possa confiar em sua intuição para cuidar dele em casos onde a verbalização está fora de possibilidade. Fique atento!


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nossas dicas